Foto: Instagram pessoal da deputada
Eleições 2020

Quais as propostas de Joice Hasselmann para a mobilidade na cidade de São Paulo?

Desde o dia 05 de outubro, o Via Trolebus vem divulgando as propostas das candidatas e candidatos à prefeita ou prefeito na cidade de São Paulo, e nesta quinta chegou a vez de Joice Hasselmann, candidato do PSL. A série leva em conta as intenções dos candidatos no ponto de vista de mobilidade urbana nos planos de governo divulgados.

Joice fala em rever a concessão do sistema de ônibus, integrar os ônibus municipais com os metropolitanos, e ainda um plano de construção de vias nas marginais.

Veja também:

Confira as propostas:

  • Conceituar, definir e implementar um projeto e novo modelo de concessão de ônibus que romperá com o oligopólio de empresas de ônibus, restaurando a saudável competição entre empresas e aliviando os cofres públicos de ônus excessivos para a Gestão Pública Municipal, sem negligenciar a oferta de boa qualidade final para o cidadão;
  • Integrar permanentemente a rede de transporte municipal com a rede metropolitana (inclusive as geridas pelo Estado) e oferecer valor e cidadania para os cidadãos usuários entre municípios;
  • Desenvolver alternativas para um programa ousado de descarbonização e redução de combustível fóssil, obtendo-se assim a eliminação de gases ambientais, disponibilizando ar limpo e protegendo a vida na cidade;
  • Expandir o sistema de uso de empréstimo de bicicletas e melhorar qualitativamente uma eficaz rede cicloviária que deixe de ser apenas uma opção de lazer em fins de semana e passe a ser um método de deslocamento de massa;
  • Examinar as calçadas e formas de acesso a pedestres em toda malha de Hospitais, CAPS, AMAS, UBS, etc;
  • Examinar terminais próximos de hospitais e instituir o serviço de empréstimo de cadeiras de rodas;
  • Educação de trânsito e pedestres. Uma nova relação civilizada em SP.
  • Redução de acidentes e atropelamentos;
  • Otimizar permanentemente as vias marginais, assegurando velocidades cientificas que determinem a eficácia da via e segurança do Cidadão;
  • Integrar sistemas de semáforos e radares ao Projeto de Cidade Digital, ao Sistema de Segurança e ao sistema de Defesa Civil;
  • Criar um eficaz módulo de Inteligência de Transportes (Trânsito e Mobilidade) dentro da Cidade Digital priorizando os veículos de rápida assistência de Saúde, Bombeiros, Segurança, Defesa Civil e para soluções de defesa viárias de situações de grave relevância para a Cidade, como enchentes, emergências e acidentes com viadutos e pontes etc;
  • Construir pontes e viadutos sobre os rios Tietê e Pinheiros ao longo das marginais para melhorar a acessibilidade e desafogar esses importantes nódulos de grandes congestionamentos que são as atuais transposições nas vias marginais, e que se espraiam pelo tecido viário circunvizinho;
  • Analisar a viabilidade de novos padrões de sistemas viários, desafogando o atual modelo arterial e implantando modelos reticulares onde for possível, com obras e desapropriações de menor monta.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios