Trólebus

Trólebus biarticulados de Friburgo vão operar em linha com 28% do trecho com rede elétrica

A Transports Publics Fribourgeois (TPF) operadora do transporte em Friburgo na Suíça, está se preparando para colocar em serviço novos trólebus movidos a bateria. Os grandes veículos que serão biarticulados vão operar em ligações intermunicipais usando apenas 28% de uma linha de contato. Isso significa que apenas 28% do trecho terá rede elétrica. A notícia é veiculada no site local Journal du Jura.

O restante será operado pelo modo a bateria, e os veículos contam com equipamentos de 66 kWh montados no teto, o que lhe dará autonomia para operar na linha 1 em Friburgo. Cerca de 7,5 quilômetros do trajeto será operado no modo sem contato com os cabos aéreos.

Os dez veículos devem estrear nas vias da região no início de 2021. Estão sendo produzidos pela Hess, um fabricante de ônibus, trólebus e veículos comerciais com sede em Bellach, Suíça, e substituirão os trólebus e veículos a diesel bimodais que estão em operação há 16 anos. Isso vai economizar entre 300 mil e 400 mil litros de diesel por ano, segundo cálculos da empresa de transporte público.

Os novos trólebus custam cerca de 1,3 milhão de francos cada (1,2 milhões de euros), e “são mais ecológicos e causam menos ruído”, disse o conselheiro de Estado Jean-François Steiert, responsável pelos transportes públicos.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios