Eleições 2020

As propostas de Bruno Covas, reeleito prefeito de São Paulo, para a mobilidade

Bruno Covas, do PSDB, foi reeleito prefeito de São Paulo, e em seu plano de governo, cita alguns pontos de projetos de mobilidade urbana que pretende viabilizar.

O atual prefeito fala em “investir em um sistema, ao mesmo tempo, ambientalmente sustentável e altamente tecnológico – da recarga do bilhete à experiência dos usuários dentro dos ônibus ou enquanto aguardam por eles, nos terminais ou abrigos”.

Sobre a estrutura para os coletivos, Covas cita um projeto de BRT (Bus Rapid Transit) na avenida Aricanduva, que promoverá a integração com as linhas 15-Prata e 3-Vermelha do Metrô e com o BRT metropolitano ABD, incluindo ciclovias e sinalização inteligente.

Outra aposta do candidato a reeleição é um transporte Aquático, sistema de transporte público por barcos nas represas da cidade, integrado ao Bilhete Único. Covas fala ainda que vai duplicar a estrada do M’Boi Mirim e concluir o complexo viário Pirituba-Lapa.

Sobre a malha cicloviária da cidade ultrapassará 650 km, se o prefeito seguir no cargo, com a interconexão dos trechos existentes, iluminação, semaforização, manutenção constante das vias e inauguração de novos bicicletários públicos.

Covas ainda cita a requalificação de calçadas, faixas de travessia e a instalação de elementos de sinalização e
mobiliário urbano, tornando a cidade mais acessível.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Ricardo Nunes foi eleito prefeito de SP ontem. Elegeram essa corja porque os pobres de direita ficaram com medinho de ver pobre invadindo seu apartamento de 2 quartos financiado em 30 anos.

  • o covas fala como se ele fosse um candidato externo a prefeitura. a sua chapa está há 4 anos no cargo, e o que fizeram pela mobilidade em SP? aumentar o subsidio dos ônibus, diminuir a frota em época de pandemia, fazer um rodizio louco par ou impar de 1 semana , fechar cruzamentos no horário que o trabalhador sai de casa para trabalhar para evitar a covid, fazer um monte de obras em véspera de eleição, recapear varias ruas na véspera da eleição, recapear a marginal e demorar 4 meses para pintar as faixas? mas ele tem que fazer isso mesmo, faz uma péssima gestão e chega na eleição o povo reelege. depois não adianta reclamar.

Publicidade

Anúncios