Metrô Rio

Exposição conta a história do Metrô Rio na Tijuca

Uma exposição no Metrô Rio conta a história da inauguração das estações Afonso Pena, São Francisco Xavier e Saens Peña.

De acordo com a operadora, até a próxima quinta-feira, dia 30 de junho, a exposição fotográfica em comemoração aos 40 anos das estações da Tijuca. A mostra reúne imagens antigas da chegada do sistema ao bairro. O acervo pode ser conferido na estação Uruguai, próximo ao acesso C (Rua Dona Delfina).

O evento é gratuito tem apoio da Eletromidia e curadoria da escritora Angela França Pedrinho, de 70 anos, que é engenheira e trabalhou durante anos no sistema metroviário do Rio. Angela já publicou três livros sobre o transporte: “Metrô: os trilhos que mudaram o Rio”, “Metrô: 40 anos de história – Da gestão pública à iniciativa privada” e “Glossário Metro-Ferroviário”.

História

As paradas foram entregues em maio de 1982, e transformaram o bairro da Zona Norte, um dos mais antigos, populosos e tradicionais. Atualmente, em média, 35 mil pessoas embarcam diariamente pelas três estações.

Com o metrô, a região da Tijuca foi transformada e praças, ruas e locais como o Largo da Segunda-Feira ganharam nova iluminação, bancos, árvores e áreas de lazer. A estação Saens Peña, a mais movimentada do bairro, demorou quase seis anos para ser construída. Na época, o percurso da Linha 1 seguia pelo Centro da cidade até Botafogo, compreendendo 15 estações. Em 1998, quando o MetrôRio assumiu a concessão do transporte, as três estações da Tijuca já recebiam quase 14 milhões de passageiros por ano.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios