Aviação

Etihad vai usar aeronaves de passageiros para transportar carga

O setor de aviação cargueira vem sentindo menos impacto com a pandemia da COVID 19, e a Etihad Airways deve remanejar alguns de seus Boeing 787-10 como cargueiros após a suspensão temporária de serviços programados nos Emirados Árabes Unidos. Fala-se em um pico relacionado na demanda de carga aérea, de acordo com o Flight Global.

A companhia junto com a Emirates, com sede em Dubai, suspendeu os voos de passageiros, seguindo as orientações das autoridades dos Emirados Árabes Unidos, que restringem as viagens aéreas por duas semanas como parte de medidas para combater o avanço do coronavírus.

Cerca de três quartos da capacidade de carga da Etihad é feita por aviões de passageiros, sendo o restante transportado pelos seis cargueiros Boeing 777-200.

A Etihad decidiu então complementar esses 777 cargueiros com aeronaves 787-10. Os Dreamliners devem operar 34 voos semanais, atendendo inicialmente a 10 mercados. Cada aeronave fornecerá capacidade para 12 paletes no convés inferior e quatro contêineres, transportando até 45 toneladas de carga útil.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios