Aviação

Aviação cargueira terá “níveis recordes” de demanda frente a queda nos voos de passageiros

A IATA – Associação Internacional de Transportes Aéreos, em um comunicado à imprensa do setor, destacou “níveis recordes” de demanda de cargueiros em meio a uma queda nos voos de passageiros.

Segundo Glyn Hughes, chefe global de carga da associação de companhias aéreas, as operadoras estão respondendo ao aumento da demanda atrasando a retirada de aeronaves. Hughes também diz que o frete poderá estar mais caro.“Quando você tem tanta demanda por capacidade reduzida, isso tem um impacto econômico”, afirma.

Os voos de passageiros em média transportam cerca de 40 a 50% da capacidade global de carga nos porões das aeronaves, mas o quadro foi dramaticamente alterado por cancelamentos do rotas devido a crise do coronavírus.

Mas, a redução nos atendimentos aos passageiros está “colocando uma quantidade enorme de capacidade de carga off-line”, observa Hughes, embora muitas companhias aéreas de passageiros agora operem voos apenas de carga.

“A carga aérea é um parceiro vital na luta global contra a Covid-19”, afirma o diretor geral Alexandre de Juniac. “Mas ainda estamos vendo exemplos de voos de carga cheios de suprimentos e equipamentos médicos que salvam vidas, aterrados devido a processos pesados ​​e burocráticos para garantir slots e licenças de operação”., pontua.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios