Metrô SP Trens Regionais

CCR de olho nos trens regionais e nas linhas 6 e 20 do Metrô em SP

Quem esta por trás da ViaQuatro, empresa que administra a linha 4 – Amarela do Metrô, é o grupo CCR, e de acordo com recente entrevista ao Valor Econômico, o grupo esta de olho em outras concessões que envolve transporte de passageiros.

Segundo a reportagem, os planos da companhia, controlada por Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa e Soares Penido, incluem rodovias estaduais e o ambicioso plano de ferrovias de passageiros entre cidades. As estradas de ferro, que demandarão quase R$ 20 bilhões, ligam diferentes municípios, como São Paulo e Campinas, e são acompanhadas de perto pelo poder público e por empresas do setor.

Trata-se dos “trens regionais”, que percorrerão 430 quilômetros de trilhos, e serão construídos e operados por meio de parceira público-privada (PPP). Do desembolso total, R$ 12,5 bilhões virão da iniciativa privada e R$ 6 bilhões, do poder público. Inicialmente a Estação da Luz Participações (EDLP), do empresário Guilherme Quintella e o sócio BTG Pactual já tinha mostrado interesse nos projetos. O Estado ainda não publicou o chamamento público para manifestações de interesse – o que deve ocorrer ainda nesta semana.

O presidente da CCR, Renato Vale, disse que a companhia também tem interesse em mais linhas do metrô paulistano. Em especial, nas linhas 6 e 20, cujos editais estão às vésperas da publicação.

Outras cidades

A companhia esta de olho em sistemas de Salvador e no Rio. “Existe muita coisa em infraestrutura, o que, se acontecer, vai ocasionar um desafio de demanda. Vai ter muito consumo de energia, cimento, aço, asfalto, gente… Mas achamos que é por aí mesmo” – completa o Renato Vale.

Por Renato Lobo, com as informações de Valor Econômico

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios