Foto: GESP
CPTM

Operador das Linhas 8 e 9 da CPTM deve construir novo centro de manutenção na Zona Leste

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM tem como principal centro de manutenção, o pátio de Presidente Altino, e com a concessão das Linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda, a operadora de 271 quilômetros de trilhos deve perder o site.

Mas, a nova empresa que assumir os dois atendimentos deve replicar a estrutura para a zona leste, que passará a ser o principal apoio da empresa. A informação é do funcionário da CPTM, Edpo Covalciuk, que junto com o presidente da empresa, Pedro Moro, participaram de uma entrevista para o Infracast:

Moro lembrou também que o novo operador deve reformar e ampliar estações, além de compra de novos trens.

Promessa para dezembro

Com alguns atrasos, a concessão das Linhas 8 e 9 pode sair até o mês de dezembro. A afirmação foi dada durante uma coletiva de imprensa com o secretário dos transportes metropolitanos, Alexandre Baldy, nas obras da futura estação Morumbi, do monotrilho a Linha 17-Ouro. Veja o trecho da entrevista:

Atrasos

O prazo da licitação para concessão das duas ferrovias era para o mês de agosto. Já os contratos, a previsão era que seriam assinados no início de 2021, ainda de acordo com a declaração do titular da pasta. Valerá por 30 anos, e entre as obrigações do novo operador estão a modernização de 35 estações, e a aquisição de mais de 30 novos trens.

O novo cronograma, segundo Moro na entrevista ao Infracast, é que até o meio do ano que vem a concessão esteja finalizada.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios