Aviação

Embraer demite 2,5 mil funcionários

Os impactos causados pela pandemia de Covid-19 e o cancelamento da parceria com a Boeing, fez com que a Embraer cortasse pelo menos 2,5 mil postos de trabalho nas fábricas instaladas no Brasil.

Serão 1,6 mil desligamentos por meio do Plano de Demissões Voluntárias, e mais 900 demissões por dispensa para ajuste do quadro de funcionários.

A empresa tinha cerca de 16 mil funcionários no país, sendo 10 mil apenas em São José dos Campos, sede da fabricante. Os trabalhadores que estão na lista de 900 demitidos nesta quinta, estão sendo avisados da demissão por e-mail. São trabalhadores que estavam em home office ou licença remunerada.

Em um comunicado, a Embraer diz que a medida tem “objetivo de assegurar a sustentabilidade da empresa e sua capacidade de engenharia”.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios