Aviação

Empresa na França proíbe máscaras reutilizáveis a bordo de aeronaves

Passageiros na França tem tido problemas com determinadas máscaras no embarque de aeronaves. Uma lei nacional proíbe equipamentos reutilizáveis em voos. Um decreto estabelece que passageiros só podem usar máscaras descartáveis, do tipo cirúrgico, em vez das populares protetores reutilizáveis.

E com os casos da COVID-19 se agravando na França, o uso dos protetores tornou-se obrigatório em muitos locais. Mas, segundo relatório da ConnexionFrance, alguns passageiros foram recusados a embarcar porque estavam usando máscaras reutilizáveis, ao invés das máscaras cirúrgicas descartáveis, geralmente de cor azul ou verde.

“As autoridades francesas aprovaram legislação que exige que todos os passageiros com mais de 11 anos viajando de e para a França por via aérea usem uma máscara cirúrgica descartável e nenhum outro tipo de máscaras será aceito.” – diz comunicado da operadora de baixo custo.

EasyJet está informando os clientes sobre esta exigência via e-mail, SMS e Flight Tracker antes da partida”, afirma a empresa.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios