Aviação

Embraer confirma que novo E175-E2 deve atrasar até 2023

A Embraer, fabricante de aviões brasileira, deve adiar o desenvolvimento do E-175-E2 até 2023. De acordo com o Simple Flying, o motivo é a pandemia global do novo coronavírus e uma desaceleração considerável no número de pessoas que viajam.

Apesar do atraso, a fabricante diz que continuará desenvolvendo o jato regional, mas com um cronograma revisado. “Embora nossa indústria tenha sobrevivido a muitos choques enormes e frequentemente tenha emergido mais forte, o impacto da COVID-19 foi mais profunda, mais amplo e mais prejudicial.” – disse o CEO e presidente comercial da Embraer, Arjan Meijer.

A variante E-2 do E175 é um pouco maior que o modelo anterior com uma fila adicional de assentos, permitindo que as companhias aéreas escolham configurações de assentos. Operando em uma única configuração de classe econômica, o E175-E2 pode acomodar 90 passageiros.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios