Foto: Jornal Bem-Te-Vi
Trem de Carga Trens Regionais

Deputada articula verba federal para estudos de trem no litoral sul

Rosana Valle, deputada federal em artigo publicado no Diário Litoral, afirma que conseguiu a promessa do presidente Jair Bolsonaro em destinar uma verba R$ 300 milhões que a concessionária Rumo terá que pagar em indenização, pela devolução, sem uso do Ramal Ferroviário Cajati-Santos, para que sejam aplicados na volta do trem entre a Baixada Santista e o Vale do Ribeira.

A parlamentar defende o uso da verba para elaboração de estudos que comprovem a reutilização do eixo ferroviário, suprimido em 2002, que margeava todo o litoral sul, de Santos e São Vicente, passando por Praia Grande, Mongaguá, Itanhém, Peruíbe, e depois em direção ao Vale do Ribeira.

Foto: Jornal Bem-Te-Vi

Rosana acredita que somente com o estudo será possível estabelecer uma parceria público-privada, para instalar o serviço. “Uma nova concessão só atrairia novos interessados e daria certo se ficar comprovada a viabilidade desta iniciativa. Por isso, pedi ao presidente para destinar uma ínfima parte deste recurso da multa para, antes de qualquer providência, determinar a realização deste estudo” – diz Rosana

Ventila-se instalar ou um serviço turístico, ou até atendimentos regulares de passageiros. Há também conjecturas do uso da malha para carga. Mas vale lembrar que o uso do trem de carga foi descartado pela Rumo, que considera o serviço inviável.

Foto: Jornal Bem-Te-Vi

Temos o antigo sonho de retomar a ferrovia, seja no transporte de cargas ou de passageiros. Ou mesmo no chamado uso misto, que contempla, ao mesmo tempo, as duas atividades. Para tanto, precisamos de um estudo de viabilidade técnica e econômica, que demonstre o melhor aproveitamento deste antigo ramal” – afirma a deputada no artigo.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios