Aviação

Boeing aterra 8 aeronaves 787 Dreamliner por problemas estruturais

A Boeing solicitou que algumas operadoras retirassem imediatamente oito aeronaves 787 Dreamliners de serviço. Foi descoberto que problemas estruturais, que podem significar que os aviões em questão não serem capazes de suportar as tensões naturais em um voo. A Boeing notificou a FAA e estima que levará duas semanas por aeronave para consertar o problema.

A informação foi postada pelo site The Air Current. Haveria pelo menos dois problemas de fabricação distintos na junção de certas seções da fuselagem do 787 que, em combinação, resultam em uma condição que não atende aos padrões de projeto. As companhias aéreas afetadas incluem a United Airlines, Air Canada e a Singapore Airlines.

“Determinamos que oito aviões da frota entregue são afetados por ambos os problemas e, portanto, devem ser inspecionados e reparados antes de continuar a operação. Entramos em contato imediatamente com as companhias aéreas que operam os oito aviões afetados para notificá-los da situação, e os aviões foram temporariamente retirados de serviço até que possam ser reparados.” – diz a fabricante em um comunicado à Bloomberg.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios