Ônibus

Roma não consegue pela segunda vez adquirir frota de ônibus a hidrogênio

Roma não conseguiu participantes para uma licitação de fornecimento de ônibus a hidrogênio. A concorrência para cinco unidades foi lançada em fevereiro no âmbito do projeto europeu 3eMotion. E não é a primeira vez: em janeiro de 2019, outro concurso de ônibus a hidrogênio para Roma ficou deserta.

O leilão teve um preço inicial de mais de 4 milhões de euros. Metade financiada pela região, a outra metade pela Europa. O objetivo da aquisição era ganhar experiência com o uso de tecnologia.

A administração regional havia alocado € 2 milhões para esse fim. Dinheiro que teria coberto 50% do investimento para os 5 ônibus.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios