Foto: Corretor Carvalho
CPTM

Estação Pinheiros, na Linha 9 da CPTM, ganhará nova plataforma

Com planos de conceder as Linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM, para a iniciativa privada, o novo operador terá que realizar intervenções em 35 estações.

Uma delas será a Pinheiros, ponto de conexão entre a Linha 9 e a 4-Amarela do Metrô, que recebe um grande volume de passageiros nos horários de pico que realizam a baldeação entre as linhas, e contam atualmente apenas com uma passarela, entregue em 2011, quando foi aberta a conexão.

Segundo documentos da minuta do edital de concessão, disponibilizado no site da Secretaria dos Transportes Metropolitanos – STM, uma nova estrutura deverá ser erguida. A estrutura deve utilizar a antiga passagem, construída pela Fepasa, entregue em 1981:

Remodelação de estações

Trinta e cinco paradas das linhas 8 e 9 serão remodeladas, e entre os destaques estão a inclusão de passarelas para outra margem no rio pinheiros em duas estações, além da unificação das estações da Lapa.

O novo operador deverá ainda adquirir 30 trens. Segundo nota da companhia, o concessionário deverá investir, nos primeiros seis anos, cerca de R$ 2,6 bilhões em melhorias nas duas linhas.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • aleluia, essa passarela da FEPASA ta ae sendo utilizada pra quarta produto de limpeza a anos, espero q façam outro acessos ali pra galera do terminal.

  • Seria legal se além da utilização da antiga estrutura, adicionar duas plataformas laterais, tornando a pinheiros um estação com solução espanhola, resolveria mto o problema de fluxo na plataforma, que pra mim já utilizei muito a estação nos últimos anos o maior problema da estação é a plataforma que não dá conta do número de passageiros no horário de pico

Publicidade

Anúncios