Aviação

Airbus pode reduzir produção do A330neo

A Airbus pode estar reduzindo a taxa de produção do seu A330neo, de acordo com uma publicação do site Simple Flying. O fabricante de aviões europeu está lidando com vários contratempos, incluindo o surto de coronavírus e as tensões comerciais.

De acordo com uma publicação da Reuters, no mês passado, a empresa disse que estava planejando entregar 40 A330neos este ano, contra os 53 entregues em 2019.

A Airbus não recebeu novos pedidos de aeronaves em fevereiro de 2020. Além disso, algumas companhias aéreas estão pedindo para adiar a entrega dos jatos que já encomendaram. O exemplo mais recente e notável vem da companhia aérea de baixo custo AirAsia X. A transportadora afirmou que adiará a entrega de 78 aeronaves Airbus A330neo à medida que altera sua frota para reduzir custos. O impacto contínuo do coronavírus foi mencionado como um fator para forçar a companhia aérea a reconsiderar seus planos de crescimento.

Guerra comercial

O site ainda aponta a guerra comercial entre a Airbus e a Boeing, que dura já 16 anos, com direito a cada lado acusando o outro de subsídios injustos do governo. No início deste ano, os Estados Unidos anunciaram que aumentariam as tarifas de aeronaves importadas da União Européia, passando de 10% para 15%.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios