Aviação

Mesmo com a crise do Boeing 737 Max, Copa Airlines registra lucro líquido em 2019

Mesmo com empresas áreas amargando prejuízos com a crise do Boeing 737 Max, a Copa Airlines do Panamá continua registrando fortes ganhos, de acordo com uma publicação do site Flight Global. O cenário se dá pela demanda de viagens.

No ano de 2019, o lucro líquido da empresa chegou a US $ 247 milhões, comparado a US $ 88,1 milhões no ano anterior, um aumento quase três vezes maior, informou a operadora em um comunicado.

O aterramento das seis aeronaves 737 Max da Copa, que é central na estratégia de crescimento da companhia, levou a empresa da Cidade do Panamá a reduzir sua expectativa de aumento de capacidade para 2020 para 1% e a repensar seus planos de aposentar suas 14 aeronaves Embraer E-190.

“Reduzimos nossas expectativas de crescimento de capacidade para 2020 e teremos que desacelerar a transição da Embraer, com a maioria das aeronaves saindo em 2021”, disse o presidente-executivo da companhia, Pedro Heilbron.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios