Aviação

Airbus agora detém 75% do programa A220

A Airbus agora detém 75% do programa A220, como recuo da Bombardier do programa. O modelo era inicialmente conhecido como C-Series. No entanto, quando a fabricante européia assumiu uma participação de 51% no programa em julho de 2018, foi renomeada para Airbus A220.

Em janeiro, a Bombardier estava tentando reavaliar seu contrato com o Airbus. Então, a fabricante européia assumiu a participação da Bombardier no A220.

Como resultado, a Airbus Canadá agora é de propriedade integral da Airbus junto com o Governo de Quebec. Enquanto o governo detém 25% da entidade, a participação da empresa européia aumentou para 75%. A fabricante disse que isso garantirá 3.300 empregos na Airbus Canadá, em Quebec. A Bombardier receberá um pagamento de US $ 591 milhões em relação à transação.

Vendas em alta

O cenário vem em um momento em que os pedidos do A220 aumentaram 64% em um ano. São agora 658 aeronaves, tanto na variante -100 quanto no A220-300.

“Este acordo com a Bombardier e o Governo de Québec demonstra nosso apoio e compromisso com o A220 e o Airbus no Canadá. Além disso, amplia nossa parceria de confiança com o governo de Quebec. Esta é uma boa notícia para nossos clientes e funcionários, bem como para a indústria aeroespacial de Quebec e Canadá” – disse o CEO da Airbus, Guillaume Faury.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios