Aviação

Bombardier está “reavaliando” parceria com Airbus

A Bombardier está “reavaliando” seu envolvimento com a parceria liderada pela Airbus, na fabricação do modelo A220, por questões financeiras.

O empresa com sede em Montreal detém 33,6% da Airbus Canada Limited Partnership (ACLP), proprietária do negócio A220. A medida de deixar o negócio faria parte da estratégia da Bombardier nos últimos anos de se afastar da aviação comercial.

“Com sua saída do setor aeroespacial comercial, a Bombardier está reavaliando sua participação contínua na ACLP”, diz a empresa em um relatório de investimento de 16 de janeiro.

A publicação observa que os planos financeiros mais recentes da ACLP “exigem investimentos adicionais em dinheiro para apoiar o aumento da produção, aumentam o cronograma de equilíbrio e geram um retorno menor ao longo da vida do programa”.

A220

O Airbus A220, antigo Bombardier CSeries, é uma família de aviões bimotores desenvolvida Bombardier Aerospace, e que teve parte majoritária adquirida posteriormente pela Airbus. São jatos regionais narrow-body, composto pelos modelos A220-100 (antigo CS100) com capacidade 110 passageiros, e o A220-300 (antigo CS300) com capacidade para 135 passageiros.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios