Aviação

Boeing 747 comemora 50 anos de operação com passageiros

A grande rainha dos céus da Boeing, o 747, completa nesta quarta-feira, meio século de serviços prestados aos passageiros. O cliente de lançamento, a Pan American Airways, operou o primeiro serviço comercial do jumbo no mundo entre o Aeroporto JFK de Nova York e o Heathrow de Londres em 22 de janeiro de 1970.

A produção dos primeiros 747s começou em 1968, e as primeiras decolagens de teste ocorreram em fevereiro de 1969. Ao final de novembro de 2019, a Boeing havia produzido 1.557 aeronaves.

Fabricante acharia que programa fracassaria

De acordo com uma publicação do site Simple Flying, no final dos anos 1960, a Boeing pensou que o modelo acabaria vendendo apenas 400 unidades. O pensamento na época era que aeronaves supersônicas como o Concorde tornariam o 747 obsoleto.

Então, o Boeing 747 voou mais de 57 bilhões de milhas náuticas e transportou mais de 5,9 bilhões de pessoas. Em 1970, outras 13 companhias aéreas receberam seu primeiro Boeing 747 e a aeronave continuaria sendo o pilar de muitas frotas de longo curso.

O maior cliente seria a Japan Airlines . Durante 40 anos, comprou 106 Boeing 747s. A operadora voou o 747 até 2011.

No Brasil, apenas a Lufthansa opera o Jumbo no serviço de passageiros, com frequências entre Frankfurt e o Rio de Janeiro e São Paulo. A Varig também operou o jumbo entre os anos de 1991 e 1994. Matriculados PP-VPG, VPH e VPI, os três aparelhos eram da variante -400.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios