Aviação

Emirates pode reduzir pedido do Boeing 777X

A Emirates anunciou que 11 aeronaves pertencentes de seu pedido do Boeing 777X estão sujeitos a mudanças ou até cortes. A companhia aérea de Dubai já havia cortado em sua compra original que previa 150 777Xs, incluindo 115 777-9s e 35 777-8s, em 24 aeronaves, como parte de um novo acordo sob o qual estão sendo adquiridos 30 modelos 787-9s.

Os números mais recentes da Boeing indicam que mais 11 aeronaves foram cortadas, de acordo com uma publicação do site Flight Global.

A operadora diz que essas 11 aeronaves estão “sujeitas a reconfirmação”, o que significa que as unidades estão listadas no contrato, mas só se tornam compras firmes se a transportadora exercer seus direitos de reconfirmação dentro de um determinado prazo.

Embora a rejeição signifique que um total de 35 aeronaves foram cortados ou efetivamente convertidos em opções, a operadora insiste que eles não equivalem aos 35 777-8s incluídos no pedido original de julho de 2014. A companhia aérea não cortou o 777-8s e ainda conta 126 777X como “entregas futuras”.

Continuamos a trabalhar em estreita colaboração com a Boeing em nosso futuro”, afirmou a transportadora em um comunicado. “A Emirates está comprometida com o programa 777X e continuará sendo a maior operadora do 777″.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios