Aviação

Emirates esperar operar até 90 Airbus A380 em 2030, diz CEO da companhia

Em meados de 2030, a Emirates ainda terá uma frota considerável de Airbus A380, de acordo com o CEO da empresa, Tim Clark. Em seu podcast de entretenimento a bordo, ele contou que espera que daqui a dez anos, a operadora ainda esteja operando de 80 a 90 superjumbos. Alguns modelos serão aposentados e outros poderão ser reformados com a inclusão de uma noca cabine Premium.

A Emirates conta com uma frota de 110 Airbus A380s e 13 ainda estão para chegar da fábrica. Os superjumbos da companhia aérea entraram em serviço em 2008.

Ao todo, a fabricante européia ainda tem 14 aviões a serem entregues, 13 da Emirates e um da ANA. Após a fabricação, a linha de montagem da aeronave será encerrada, dando fim ao projeto do grandioso avião de dois andares.

Primeiros aposentados

Dois A380 da Emirates já foram retirados de serviço no aeroporto Dubai World Central (DWC) e serão usados ​​como fonte de reposição para a frota operacional, diz Clark.

“Dois foram desativados. Eles estão aposentados porque temos uma grande reforma em andamento e é melhor retirar a aeronave antiga, e tirar a engrenagem deles em vez de comprar um trem de pouso principal de US $ 25 milhões. Preciso de dois, possivelmente três, para atender a esse requisito.”, afirmou.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios