Aviação

Após acidente com o 737-MAX, Ethiopian pode fechar compra com o Airbus A220

A Ethiopian Airlines, a maior companhia aérea da África, pode fechar um pedido de até 20 aeronaves Airbus A220. Segundo informações da Bloomberg, a operadora aérea está prestes a fazer um acordo valendo mais de US $ 1,6 bilhão com a fabricante europeia, e seria o segundo modelo da Airbus a ser encomendado pela gigante africana.

O CEO do grupo, Tewolde GebreMariam, disse à agência de notícias que a empresa vê o A220 como facilitador de rotas mais diretas ponto a ponto, uma reversão da estratégia anterior de operar aeronaves maiores entre destinos com uma parada no caminho.

A companhia aérea estaria em “negociações de estágio final” com a Airbus e que uma decisão deve ser tomada até o final do ano. O pedido, segundo o CEO, seria de 10 a 20 aeronaves, representando a primeira compra após o acidente fatal com sua aeronave 737 MAX em março deste ano, o que levou a crise mundial com o modelo da Boeing.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!