Aviação

Boeing suspende testes do novo 777X após explosão em porta

A Boieng suspendeu testes com a aeronave 777X após uma falha de carga final. De acordo com sites internacionais que cobrem o setor, uma porta do avião explodiu durante as simulações, o que é considerado algo raro.

A Administração Federal de Aviação (FAA, em inglês) está investigando o incidente.

Os experimentos de carga fazem parte do processo de certificação do modelo, supervisionados por inspetores da FAA. De acordo com um porta-voz da Boeing, os testes, pretendem sujeitar o avião a “cargas e tensões muito além das cargas operacionais normais”.

A previsão era que o 777X faria seu primeiro voo em 2020.

Atrasos

Segundo o site Flight Global, um redesenho de um componente do compressor de alta pressão atrasaria o lançamento do 777X muito mais do que se pensava inicialmente.

Os técnicos avaliam que um estator teria apresentado anormalidade, e que um redesenho seria necessário. Então, a GE precisaria de vários meses para desenvolver e testar as correções, o que poderia empurrar a certificação do motor para outono deste ano.

“Encontramos um componente dentro do compressor que tinha mais desgaste do que prevíamos… Apertamos o botão de pausa com a Boeing”, afirma o diretor executivo da GE Aviation, David Joyce.

Apesar desta notícia, a Boeing está firme em seus planos de entrega, onde o 777X poderá ser entregue no próximo ano.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!