Aviação

Azul vai operar Airbus A321neo em rotas domésticas e avalia XLR a médio prazo

O vice-presidente de Receita da Azul, Abhi Shah, disse que a companhia analisa operar os modelos LR e XLR do Airbus A321. Abhi, no entanto, diz enxergar o modelo em rotas domésticas. As afirmações foram feitas durante uma conferência para investidores.

David Neeleman, fundador da empresa, teceu críticas ao modelo de longo alcance da fabricante. “Estamos meio desapontados com o A321LR porque tem um alcance menor do que a Airbus projetou, e as rotas que poderíamos fazer com ele aqui estão além do seu alcance”.

Neeleman, entretanto, não descarta a adoção desse tipo de aeronave em médio prazo. “O XLR significa mais para nós, mas apenas em 2023, estamos alguns anos distantes disso e não sei porque demoram três anos para mudar um tanque inteiro. Mas o XLR faz mais sentido em voos da Europa para os EUA”, concluiu.

Em junho, um dos executivos da companhia chegou a descartar a adoção do XLR nas operações da empresa.

A expectativa é que o primeiro A321neo da companhia chegue em novembro.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!