Aviação

AeroMéxico tem rotas canceladas e prejuízo por conta da crise com o Boeing 737 MAX

A companhia aérea AeroMéxico anunciou uma série de cancelamentos de rotas por conta do aterramento do Boeing 737 MAX. Cinco destinos foram cancelados.

A operadora conta com seis 737 MAX em sua frota e esperava ter mais um entregue até agora. A perda de capacidade afetou negativamente a previsão de crescimento da companhia aérea. Sua capacidade anual reduziu em 2,2% neste trimestre, embora a transportadora tenha divulgando que isso foi uma combinação da situação do MAX e suas próprias reduções de capacidade planejadas.

No geral, a AeroMexico reportou uma perda líquida de 1,1 bilhão de pesos (US $ 58 milhões) no segundo trimestre de 2019. A empresa está sendo forçada a cancelar uma série de rotas que deveriam ter sido operadas pela sua frota de 737 MAX.

As rotas canceladas a partir de seu hub na Cidade do México são:

  • Guayaquil (três vezes por semana)
  • Cali (quatro vezes por semana)
  • Belize City International (duas vezes por semana)
  • Liberia, Costa Rica (twice weekly)
  • Punta Cana, República Dominicana (duas vezes por semana)

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios