Aviação

Contrariando rumores, Emirates deve adquirir novos Boeing 787-10

Em novembro de 2017, a Emirates anunciou que encomendaria 40 aeronaves Boeing 787-10 Dreamliner para entrega em 2022. No entanto, no início deste ano , circulavam rumores de que haveria um cancelamento da compra.

Mas segundo a Air Transport World (ATW), o presidente da Emirates, Tim Clark, está dizendo que “a Emirates manterá seu grande compromisso com os Boeing 787-10s.”

As observações ocorreram na Reunião Geral Anual da IATA 2019, em 2 de junho em Seul, Coréia do Sul. Clark citou a utilização de aeronaves de fuselagem larga “widebodies” menores como o 787, o A330neo e o A350.

O A330neo pode acomodar entre 260 e 300 lugares em um layout típico de três classes, enquanto o 787-10 pode chegar perto dos 330.

Essa conclusão foi feita porque a Emirates, em seu relatório de encerramento do exercício financeiro, escreveu um resumo de sua frota de futuras aeronaves sem mencionar qualquer aeronave 787. Isso levou muitos a acreditar que a ordem original foi removida.

Além das 40 aeronaves 787-10, a Emirates também deverá adquirir 40 Airbus A330-900s, programado para chegar em 2021, além de 30 Airbus A350-900s, programado para chegar em 2024.

O 787-10 pode ter alcance máximo de 11.910 km, e foi construído para substituir o 777-200, e competir com o Airbus A350-900. Segundo a Boeing, o 787-10 é mais eficiente que o Airbus em rotas curtas.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios