Aviação

Senado aprova isenção de cobrança em bagagem de até 23 kg em voos nacionais

Foi aprovado pelo Senado Federal a medida provisória que autoriza a participação de até 100% de capital estrangeiro em companhias aéreas brasileiras, além da proibição de pagamento de bagagens até 23 quilos em aviões com capacidade acima de 31 lugares, nos voos nacionais.

A proposta ainda requer a sanção do presidente da República, Jair Bolsonaro. Se for aprovado pelo chefe do executivo, vira lei.

Se for aprovada, as regras devem ficar da seguinte maneira:

  • até 23 kg nos aviões acima de 31 assentos;
  • até 18 kg para as aeronaves de 21 a 30 lugares;
  • até 10 kg se o avião tiver apenas 20 assentos.

Já nos voos internacionais, o franqueamento de bagagem ficaria sendo feito pelo sistema de peça ou peso, de acordo com o critério adotado em cada companhia e na conformidade com a regulamentação específica.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios