Metrô SP

Opinião: Cansado de promessas e mais promessas

Hoje foi publicado uma matéria no jornal “O Estado de São Paulo” mostrando fotos da futura estação Adolfo Pinheiro da linha 5-lilás, que vai ser inaugurada no próximo sábado, 1.

Nas fotos podemos ver que, mesmo após quase 5 anos em obra, a estação ainda não está 100% pronta para ser inaugurada. Mas como estamos em ano de eleição e o número de inaugurações para este ano vem caindo a cada mês que passa, o Governo acha que tem inaugurar de qualquer jeito.

As últimas inaugurações de estações do Metrô ocorreram em setembro de 2012 (Luz e República, da linha 4-amarela) e de lá pra cá mais nada. Isto é, 2 anos e meio que a malha metroviária não cresce.

Por fim, o Estadão retirou a matéria do ar. Anteriormente o Metrô publicou uma nota se referindo a atitude do jornalista como “postura belicosa, que nada tem a acrescentar aos leitores do jornal”. Será que há um certo medo das autoridades em realmente mostrar que a estação não está pronta, mesmo estando em obras há mais de 5 anos?

Na matéria de ontem, mostramos que apenas 8 estações serão inauguradas este ano (leia aqui), mas olhando os últimos vídeos de andamento de obras creio que irá diminuir ainda mais. Na minha opinião, o usuário irá se contentar apenas com a estação Adolfo Pinheiro, da linha 5-lilás, e 2 da linha 15-prata (Vila Prudente e Oratório) para este ano.

A linha 15-prata também já está em construção desde a gestão passada e a promessa era que a vantagem do monotrilho era que sua construção era mais rápida. 5 anos para inaugurar um pouco mais de 2 km de monotrilho é rápido? Comparando com as obras da linha 4-amarela, que este ano completam 10 anos, com previsão de terminar apenas no décimo segundo ano, realmente é mais rápido.

Parece que prometer e não cumprir faz parte de todo político. Em 2008, o então governador José Serra, havia prometido começar as obras da linha 6-laranja do Metrô em sua gestão (http://noticias.uol.com.br/ultnot/2008/03/25/ult23u1568.jhtm). 6 anos depois, nenhum tapume de obra sequer foi instalado.

As promessas sem fundamento não ficam apenas na esfera estadual. Em 2009, a então ministra da Casa Civil, hoje presidente, Dilma Rousseff, prometeu, em 2009, entregar o trem-bala entre São Paulo-Rio este ano (http://g1.globo.com/Noticias/Economia_Negocios/0,,MUL1181261-9356,00.html) porém tentei achar passagens para ir para o Rio na Copa mas não achei em lugar nenhum. Alguém sabe onde está vendendo?

0,,20968470-EX,00

Até quando vamos suportar ser enganados por políticos? Creio que já está na hora de ser lançada uma lei no país onde se o político prometer e não cumprir, fica inelegível por um certo tempo ou algo do tipo. Caso contrário, só saberemos ouvir promessas e mais promessas.

Sobre o autor do post

Caio Lobo

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios