Trens Regionais

Estado estuda Malha de Trens Regionais que atinge 173 municípios, como São José do Rio Preto e Caraguatatuba

Promessa de campanha da atual gestão do Governo do Estado de São Paulo, os trens regionais são aguardados, não apenas por aqueles que tem paixão pelo modal, mas para o paulista que se desloca entre os municípios, refém do transporte rodoviário. Na verdade, nosso estado já teve muitas destas ligações ferroviárias, mas como neste pais o interesse privado vem na frente de tudo, estamos onde estamos.

Segundo recente apresentação da CPTM, na 19º Semana de Tecnologia Metroferroviária, o governo do Estado tem planos ambiciosos para a tal rede de trens de média e longa distância. A rede foi dividida em projeções que vão dos anos de 2020 a 2040, e beneficiarão a chamada “macrometropole” paulistana, em um conjunto de 173 cidades, com 30,1 milhões de habitantes.

No horizonte de 2020, teremos além das 4 linhas prometidas, mais alguns acréscimos com ligações entre cidades sem a necessidade de passar pela capital, conforme o mapa divulgado na apresentação:

regionais2020_zpse7ac2c52

Já para 2030, os estudos apontam para uma malha um pouco mais longe, chegando a São José do Rio Preto, e beneficia outras localidades jamais imaginadas, como a cidade de Caraguatatuba:

regionais2030_zpscd498c5f

Em 2040, o mapa mostra novas conexões entre-municípios, mais uma vez sem precisar passar pela região metropolitana de São Paulo:

regionais2040_zpsfd3a4ad8

Animou? Não existe previsão certa de obras nem da primeira linha que vai ligar a capital a Jundiaí. Ê Brasil…

Se quiser saber mais detalhes, veja a apresentação completa.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios