São Paulo comemorou seu 458º aniversário com passeio turístico de trólebus

Neste feriado do 458º aniversário da cidade de São Paulo, a prefeitura de São Paulo em parceria com o Movimento Respira São Paulo e o apoio da Metra e Himalaia, realizaram um passeio turístico no coração da cidade. Cerca de 3 mil pessoas percorreram o trajeto no interior dos veículos e puderam redescobrir o centro histórico da cidade.

O passeio

A bordo um guia turístico narrava os pontos turísticos e suas peculiaridades, como na Rua Boa Vista, que leva esse nome por que no passado podia se ver as margens do Rio Tamanduateí. No largo São Bento o relógio do Mosteiro era lembrado como o mais correto do município e só parou por uma vez dias antes do empregado que fazia a manutenção da maquina morrer. No Viaduto do chá, os historiadores contavam que após a sua inauguração, o viaduto tinha pedágio. O primeiro congestionamento da capital paulista foi registrado em frente ao Teatro Municipal onde cerca de 300 veículos já disputavam espaço na Praça Ramos de Azevedo.

O trólebus seguia pela esquina mais famosa da cidade, nas avenidas Ipiranga com São João, Praça da República, Avenida São Luiz, que são conhecidas como o centro novo. Após voltar pelo viaduto do Chá, e o Largo São Franscico o trólebus chega ao marco zero da cidade, que é a praça da Sé, que leva este nome por que trata-se de uma abreviatura, refere-se à uma Sede Episcopal (Catedral).

A operação

Foram disponibilizados cerca de 10 veículos, sendo que 2 deles eram da Metra: o Busscar Urbanuss Pluss 7301 e o veículo Marcopolo San Remo com prefixo 7213 da década de 80. O Consórcio Leste 4 enviou alguns trólebus Busscar Urbanuss Pluss, o veículo Caio Millenium II e o primeiro trólebus de 15 metros da cidade, com prefixo de 4 1775, também de carroceria Caio.

Dentre os motoristas e cobradores que conversamos no trajeto, um deles se mostrou entusiasta do modal, o cobrador Alexandre Bernandes. Alexandre nos contou que desde criança gostava de ver os elétricos nas ruas. Trabalha cerca de 8 anos na garagem do Tatuapé, e iniciou sua carreira nos trólebus na Linha 2101, que liga a Praça Silvio Romero à Praça da Sé, que em breve deve ter de volta a operação dos ônibus elétricos. O profissional disse que não troca os elétricos pelos veículos convencionais.

O veículo que mais chamava a atenção, era o novo trólebus 15 metros. E quem pilotava era o Motorista Adelson, conhecido como “salsicha”. No final do passeio pudemos acompanhar a volta do novo ônibus para a garagem, e ficamos bem surpreso com o ótimo desempenho do veículo. Salsicha nos contou que este trólebus é um “Carrão” literalmente.

Para quem perdeu, o ano que vêm tem mais. Mas é importante chegar com antecedência, já que neste ano, assim como os outros, a procura foi grande!

Por Renato Lobo


Autor: Renato Lobo

Ler todos os posts

Paulistano, Técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

2 Comentários deste post

  1. o trolebus da foto central tem as cores da antiga frota da CMTC.
    estava também transportando o público ou era apenas exposição estática

    jair / Responder
  2. Assim, automaticamente, cada um, mensalmente, pode passar de uma para outra categoria, sem que a igreja interfira neste processo.

    children's museum! . / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*