Trólebus

Rede aérea de trólebus de São Paulo devem ser reformada em 5 anos

No dia em que são Paulo completava 458 anos, e no coração da cidade circulavam trólebus turísticos, o jornal ‘O Estado de São Paulo” trouxe uma matéria com declarações da Secretaria Municipal de Transportes de que a substituição completa dos fios trolley, devem demorar cerca de 5 anos. O trabalho deve ser feito pela empresa Façon, que cuida da malha elétrica.

Ao todo são 300 km de fios. O primeiro trecho a passar pela intervenção vai do Terminal Metropolitano São Mateus até a Avenida Rio das Pedras, na zona leste, considerado o mais problemático da cidade, tem cerca de 18 km de cabeamento suspenso (ida e volta). As três linhas que passam pelo local (2290, 2291 e 342M) transportam cerca de 1 milhão de passageiros por mês. Segundo a reportagem, o trabalho pode começar em abril.

Nesta troca estão previstas que todos os novos grampos sejam flexíveis, oque permite uma maior velocidade comercial dos elétricos, e um menor índice de escape das alavancas.

Técnicos da SP Trans estimaram o custo da substituição desse trecho em R$ 4,6 milhões. Será usada verba do Fundo Especial do Meio Ambiente. O uso do recurso, proveniente de multas da inspeção veicular ambiental, foi aprovado em setembro. A modernização de toda a rede aérea custará cerca de R$ 60 milhões.

Por Renato Lobo, com as informações de Felipe Frazão do jornal “O Estado de São Paulo”

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios