Uso do transporte em plena pandemia | Foto: Perfil SP Sobre Trilhos no twitter (@spsobretrilhos)
Mobilidade Urbana

O isolamento social caiu após a flexibilização da quarentena em São Paulo?

No final do mês de março, o estado de São Paulo registrava as primeiras mortes em decorrência da Covid-19, quando o governador João Doria decretou a primeira quarentena, a partir do dia 24 daquele mês.

Os índices de isolamento, segundo dados do próprio governo, eram antes do dia 18, abaixo dos 40%, e logo após o anuncio da quarentena, subiram repentinamente para a casa dos 56% na média do estado aos finais de semana e na casa dos 54% em dias da semana.

Após a primeira semana de abril, o cenário se desenhou entre dias da semana com índices sociais na casa dos 47%, e acima dos 50% nos finais de semana, alguns chegando até a 59%.

Isolamento social voltou aos patamares de março?

De acordo com dados do estado, o índice de isolamento social não regrediu aos valores apresentados em março, antes da quarentena. É bem verdade que os números estão menores e com quedas constantes, mas os índices têm ficado na casa dos 45% em dias de semana nas últimas semanas, e acima dos 50% nos finais de semana:

E o que explica o distanciamento social persistir?

Instituições de ensino ainda estão fechadas, com promessa de regresso em setembro. Há ainda o desaquecimento econômico, por conta da crise fiscal, sem contar o temor das pessoas de aglomerações, o que acaba reduzindo a circulação nos centros urbanos. Há também empresas que estão priorizando o trabalho em casa.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios