Foto: Marcos Ferreira
Aviação

IATA critica governos sul-americanos por falta de apoio ao setor aéreo

A IATA – Associação Internacional de Transportes Aéreos, em um comunicado, criticou os governos latino-americanos por falta de ajuda necessária às companhias aéreas.

De acordo com a Flight Global, Peter Cerda, vice-presidente da IATA para a América Latina, disse em uma conferência que os governos da região forneceram menos de 1% da receita operacional das companhias aéreas em 2019 em ajuda financeira.

Enquanto governos de outros continentes adotaram pacotes de ajuda robustos para ajudar suas companhias aéreas a administrar a crise, totalizando cerca de US $ 123 bilhões em todo o mundo, os governos sul-americanos estão notavelmente atrasados.

O comunicado diz que o vírus fará com que as vendas de viagens aéreas em muitos países da América do Sul fiquem estagnadas por quatro ou mais meses. A China e os países da Europa enfrentaram um hiato de dois meses antes que as companhias aéreas registrassem um aumento nas reservas e um número maior de passageiros.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios