Mobilidade Urbana

Operadores do Reino Unido temem evasão de passageiros por medo de doenças

O pós-crise da pandemia do coronavírus preocupa operadores dos transportes no Reino Unido. De acordo com uma reportagem do site Railway Gazette, as transportadoras poderão enfrentar uma queda de 20% no número de passageiros, de acordo com pesquisa realizada pela Systra.

Dos entrevistados que esperam reduzir o uso de transporte público, 49% o farão por causa de preocupações em adoecer; 24% disseram que farão home office; e 14% disseram ter encontrado outra maneira de fazer sua jornada.

“Uma queda de 20% equivale a 5 milhões a menos de viagens sendo feitas todos os dias, a maioria delas dentro e fora de nossas principais cidades”, disse Neill Birch, diretor de transporte público da Systra.

Birch acredita que campanhas massivas devem acalmar os passageiros. “Nossa pesquisa destaca a necessidade de o setor de transporte público pensar muito e planejar com antecedência que esteja pronto para quando as restrições de viagem forem levantadas. Os operadores devem tranquilizar os passageiros nervosos, comunicando com muita clareza sobre seus regimes de higiene, responsabilidades do motorista e do passageiro. Uma campanha nacional pode muito bem ser necessária”.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios