Foto: Renato Lobo | Via Trolebus
Mobilidade Urbana

Covas anuncia retorno do rodízio mais rígido de veículos em São Paulo

Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, 07 de Maio de 2020, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, anunciou o retorno do rodízio de veículos na capital paulista de forma mais rígida.

Segundo o prefeito, a partir de segunda-feira, 11 de maio, a restrição valerá para a cidade toda, e não mais apenas para o centro expandido. A medida valerá da meia noite até às 23h59, ou seja, 24 horas por dia, e nos dias pares poderão circulam apenas veículos com final de placas pares, e nos dias ímpares, apenas veículos com placas finais ímpares. A restrição valerá todos os dias da semana, incluindo finais de semana. Permanecem excluídos os veículos com isenção, além de carros dos profissionais da área de saúde.

Confira transmissão ao vivo feita em nosso canal sobre a volta do rodízio:

Já o secretário de mobilidade e transportes, Edson Caram, diz que as instituições de saúde poderão enviar à secretaria, os dados com os profissionais de saúde que terão isenção do rodízio. O cadastro poderá ser feito em até 10 dias. Profissionais da saúde e taxistas devem solicitar isenção do rodízio através do e-mail: isencao.covid19@prefeitura.sp.gov.br

Covas diz ainda que deve incluir na frota de ônibus, cerca de mil ônibus novos, além de 600 que estarão à disposição. O prefeito diz que as medidas é para evitar o chamado lockdown.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • O prefeito está seguindo as orientações do presidente de Belarus e está bebendo vodka? Que ideia mais estúpida, ele realmente acha que as pessoas irão deixar de sair por causa deste rodízio, ele vai conseguir que o vírus se espalhe mais rápido ainda aglomerando ainda mais pessoas no transporte público. Plano tão estúpido quanto ficar bloqueando vias.

  • os “Jenios” inovam mais uma vez. depois de fechar 4 cruzamentos na cidade, provocando congestionamento sem necessidade, agora vao aumentar o rodizio.

    e na visao deles , serviço essencial é só hospital. quem trabalha com transporte publico, supermercado, farmacia, luz, agua, etc, esquece.

    o que o governo deveria fazer, que é fiscalizar quem está descumprindo a quarentena, colocando força policial para coibir as peladas, os pancadoes, os churrasco, o comercio aberto nos bairros mais afetados, nao fazem.

    resumndo: quem precisa sair para trabalhar porque é obrigado, se f**. e quem nao está nem aí pra quarentena, vai continuar nem ai e sem o governo fazer nada. é lamentavel o nivel de governantes que temos.

  • seria melhor fazer lockdown. pelo menos ninguem sai de casa. o problema é vc ter que sair de casa, pois trabalha em setor que nao pode parar na quarentena, e ter q enfrentar esse rodizio e bloqueio sem estudo que esses Jenios fazem.

Publicidade

Anúncios