CPTM

O que falta para a CPTM levar a Linha 11-Coral para a Barra Funda?

O projeto de levar o Expresso Leste até a estação Palmeiras-Barra Funda não é novo, e fala-se desde pelo menos o início da década em levar a Linha 11 até a grande estação com 10 plataformas, mas que abriga apenas 3 linhas.

Ainda em 2019, a CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos, não tinha um prazo definido para a extensão. A informação é do presidente da operadora, Pedro Moro, em encontro com sites de mobilidade. São necessárias obras de adequações na rede aérea e também nos trilhos, segundo Moro.

Existe ainda a informação apurada pelo Via Trolebus que falta um plano de vias, que seria responsável pelo esquema de deslocamento das composições entre a Luz e a Barra Funda.

Foto: Site Metrô/CPTM

Sistema de sinalização

Uma das medidas que ajudará na extensão da Linha 11 será a implantação do novo sistema de sinalização CBTC – Communications-Based Train Control, em português, sistema de Controle de Trens Baseado em Comunicação.
A Companhia pretende instalar a tecnologia assim que concluir os trabalhos na Linha 10-Turquesa [Brás – Rio Grande da Serra].

O projeto de modernização também não é novo. Em 2009 foi assinado um contrato de € 280 milhões com um consórcio formado pelas espanholas Dimetronic e Infoglobal e pela brasileira MPE Montagens e Projetos Especiais, prevendo a implantação do novo sistema que controla os trens nas Linhas 8-Diamante, 10-Turquesa e 11-Coral.

No entanto, a funcionalidade não está operante até hoje. Em 2016 a empresa suspendeu a execução dos contratos em razão de readequação financeira.

Foto: Diário dos Trilhos

Mais trens

A Companhia tem um horizonte de receber novos trens, onde uma licitação de 34 composições é prometida para este semestre. Parte da frota pode ajudar no reforço para a Linha 11 atender a Barra Funda.

Alívio na Linha 3-Vermelha

O prolongamento do eixo mais carregado da CPTM poderia ser uma opção à Linha 3-Vermelha do Metrô, que teria a mesma origem/destino, com a diferença que os trens do eixo metroviário param em 16 estações entre os dois pontos finais, contra as 3 paradas que faria o Expresso Leste entre a Barra Funda e Itaquera.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios