Aviação

Concessionária decide devolver aeroporto de Natal ao Governo Federal

Em entrevista ao jornal Valor Econômico, o presidente da Inframérica. Jorge Arruda, confirmou que a empresa começará o processo de devolução amigável da concessão do Aeroporto de Natal, RN, que fica localizado em São Gonçalo do Amarante.

A concessão foi feita em 2011 na gestão da presidente Dilma Rousseff. A pista do aeroporto foi construída pelo Governo Federal e a Inframérica ficou com a incumbência construir o terminal de passageiros, e fazer o pátio de aeronaves e acesso à pista.

De acordo com o jornal Valor Econômico, foram três fatores que levaram a Inframérica a decisão: estudos da época da concessão apontavam movimento de 4,3 milhões de passageiros por ano em 2019 mas a realidade foi de 2,3 milhões; por questões regulatórias, as tarifas de embarque ficaram defasadas e hoje são 35% inferiores às dos aeroportos da segunda e da terceira rodadas de concessões, que foram licitados em 2012 e em 2013; a torre de controle em Natal é a única operada por uma concessionária, mas tem tarifas de navegação aérea que equivalem a um quarto do valor praticado pelas torres da Infraero ou do Decea, vinculado à Aeronáutica

Arruda diz que o Governo Federal já está ciente informalmente da devolução e confirma que não abrirá mão da concessão do Aeroporto de Brasília, DF, que também possui a operação.

Sobre o autor do post

Caio Lobo

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • So querem melzinho na sopa, quer dizer que não abre mão do Aeroporto de Brasilia? A concessão já foi feita com o intuito de um Aeroporto subsidiar o menor, isso é normal .O Governo Federal deve fazer cumprir o Contrato como um todo, deixa um deixa o outro aeroporto.

Publicidade

Anúncios