Foto: Renato Lobo
CPTM

Sindicato diz que concessão de linhas da CPTM trará prejuízo para o estado

O sindicato da sorocabana, em um comunicado no site Mundo Sindical, afirmou ser totalmente contra ao processo de concessão das linhas operadas pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM.

“Todo processo de privatização ou concessão implica em prejuízo para o estado e para a população…o maior exemplo que temos é a volta da SuperVia do Rio de janeiro para o estado e também muitos problemas encontrados nas linhas em São Paulo – metrô” –  diz a nota.

Nesta quinta-feira, 27 de fevereiro, foi realizada a primeira audiência pública para concessão das linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda, e integrantes da entidade estiveram presentes.

De acordo com o sindicato, os profissionais da CPTM fazem muito mais do que simplesmente efetuar as suas tarefas.

O Governo, por sua vez, diz que a concessão deve trazer benefícios. “Todas as obrigações do concessionário se revertem em benefício ao passageiro, que terá estações acessíveis, mais modernas e confortáveis”, afirmou o presidente da Companhia, Pedro Moro.

Entre as obrigações do novo operador estão a modernização de 35 estações, e a aquisição de mais de 30 novos trens. Em maio deste ano deve ser lançado o edital e a entrega de propostas está prevista para setembro.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Que trará malefícios ao estado e a população, isso é nítido. Por mais qe sejam linhas lucrativas, não é dinheiro suficiente para a iniciativa privada lucrar. Transporte não gera lucro. Essa concessão fará com que o estado fique subsidiando o privado. Melhor deixar com o público. Ou melhor, se for para conceder, conceda as piores linhas. Afinal o privado não está aí para melhorar a infraestrutura? Comece pelas linhas ruins.

    • “Essa concessão fará com que o estado fique subsidiando o privado”. essa é a resposta para a toda e qualquer pergunta dos motivos da concessão. vamos lembrar que o maior financiador do PSDB é a CCR.

    • a função do sindicato é defender a categoria de trabalhadores ao qual representa. quem deve fazer algo para termos uma cidade melhor é o prefeito, que é eleito para cuidar da cidade. a propósito, se está na situação que estamos, é culpa de quem o povo elegeu. atualize-se.

  • Com todo o respeito ao Sindicato, mas as privatizações no Brasil tem-se mostrado satisfatórias e com excelente desempenho. Acho wue as manifestações são mais para manter o “Status Quo” vigente nas estatais.

  • Sindicatos e atrasos sempre foram parceiros no seus anos de gritos enganando o governo e população para se manter ativos, hj eles lutam pq o TEMER fez acabar a contribuição obrigatória fonte de renda garantida e bem estar para todos. Resultado se viu que a população pagava pois era obrigatória, hj a descrença mostra que os mesmos sofrem de falta de caixa e incansavelmente lutam na justiça para voltara essa aberração que era obrigatória.

  • No momento atual entendo ser mais importante a inclusão um serviço de trem de passageiros intercidades entre a capital e Sorocaba no pacote de concessão com prazo para ser executado, pois caso esta inclusão não ocorra se irá entregar o filet mignon e ficar com o osso e será mais uma vez o estado subsidiando o privado, e após isso ocorrer não adiantará ficar reclamando!

    O operador faria a gestão do trem metropolitano e do Intercidades, não tem como se separar, sob o risco de se ocorrer o mesmo imbróglio que aconteceu na GRU Airport, em que um contrato de concessão mal elaborado no qual passageiros tem que fazer um transbordo desnecessário a 1,2km do primeiro terminal e 2,5km do terceiro, desmotivando os passageiros a utilizar a Linha 13-Jade, lembrando que ainda existe um trecho em linha métrica entre a última estação com relação a Sorocaba que deverá ser retificado e rebitolado em 1,6m.

    Caso esta concessão das linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda sejam planejadas, e executadas, além das ações do operador privado deverão incluir a construção da nova estação Ambuitá, em Itapevi, e da unificação da Estação integradora Lapa, promovendo a conexão e integração entre as linhas 7-Rubi, 10-Turquesa e 8-Diamante.

    Também é fundamental e imprescindível que se revitalize a Estação terminal Júlio Prestes para receber os trens metropolitanos e o futuro Trem Intercidades procedentes desta região.

  • Podem falar o que for, mas não esqueçam o seguinte! Quem deu o suor para abrir essa linha foi a Estrada de ferro Sorocabana, a qual tenho muito orgulho de ser Neto de ferroviário . Meu desejo era que essa linha fosse gerenciada por Sorocaba, por sorocabanos, pois se alguém pode se dizer que deu o sangue para ter essa linha foi essa gloriosa estrada de ferro, que nos presenteou com Mairinque a santos e o ramal ligando Osasco até ela. Fico imaginando como seria tudo diferente se existisse a EFS. E de presente, olha o que Sorocaba recebe? O único trem que passava em Sorocaba não passa mais, graças ao desabamento em Botucatu. Fiquem brigando pelos melhores trechos da Estrada de Ferro Sorocabana. Obrigado por tirarem a Estrada de Ferro Sorocabana de Sorocaba. Obrigado por tirar o TIC Sorocaba. Nada disso estaria acontecendo se Maylaski não tivesse passado sua estrada por Sorocaba. Façam o que bem entenderem, mas a história não apagarão !!!

Publicidade

Assuntos

Anúncios