Aviação

Finado Boeing 787-3 poderia virar o 797, sugere executivo

Ao considerar suas opções para o lançamento do chamado Boeing 797, destinado ao médio mercado (NMA), a fabricante norte-americana poderia pensar em usar o design inicial de uma aeronave de corredor duplo, cujo seu projeto foi arquivado há uma década. A informação é do site Flight Global.

A análise é de Addison Schonland, fundador e diretor executivo da AirInsight Research, que diz que a resposta para a fabricante de aviões com sede em Chicago pode ser relativamente simples.

O 787-3 de curta distância, considerado no início dos anos 2000 para o mercado japonês, nunca saiu do papel, e foi o precursor dos modelos 787-8 e 787-9 Dreamliner atuais.

“A Boeing tem um histórico muito bom de entender como o 787 funciona – onde estão seus pontos fortes, como eles podem ser ajustados”, diz Schonland.

O modelo que não foi construído poderia transportar de 290 a 330. Na época, foi apontado como o sucessor natural do 757 e 767. A Boeing recebeu 45 pedidos para a variante de duas companhias aéreas – ANA e Japan Air Lines. Mas em 2010 problemas com a execução e construção levaram a fabricante a cancelar o programa e os clientes das companhias aéreas a converter esses pedidos nas variantes 787-8 e -9.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios