CPTM

Autorizado o início das obras na Estação João Dias, da Linha 9-Esmeralda da CPTM

A instalação da futura estação João Dias, na Linha 9-Esmeralda, ganhou um novo capítulo. Uma Licença de Instalação foi publicada na edição desta sexta-feira, 10 de janeiro, do Diário Oficial do Estado de São Paulo.

De acordo com uma nota da operadora, com a concessão do documento, as obras da primeira estação da companhia que será construída pela iniciativa privada poderão ser iniciadas. A CPTM, no entanto, não estimou um prazo para o começo dos trabalhos.

A parada fica entre as estações Santo Amaro e Granja Julieta, e serão gerenciadas pela Brookfield Properties, empresa do Grupo Brookfield responsável pelo empreendimento comercial localizado ao lado da estação. A construção estará a cargo da Construtora Telar, por meio de um contrato firmado entre as duas empresas. Os custos da construção pelas empresas privadas são previstos em R$ 60 milhões.

“A futura Estação João Dias, construída a partir de uma parceria com a iniciativa privada, não beneficiará apenas as pessoas que trabalham no empreendimento, mas também levará mais opções de mobilidade a todos que circulam pela zona sul de São Paulo”, disse Pedro Moro, presidente da CPTM.

O prazo previsto de execução da obra é de 31 meses. A demanda estimada é de cerca de 10,5 mil usuários por dia útil.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios