SPTrans

Prefeitura de SP deve destinar R$ 2,25 bilhões em subsídios para empresas de ônibus em 2020

As empresas de ônibus de São Paulo devem ter subsídios pagos pela prefeitura de ao menos R$ 2,25 bilhões, após uma aprovação da câmara Municipal. O valor faz parte do orçamento da cidade para os próximos 12 meses.

Os números revelam, no entanto, uma redução no total previsto para complementar os custos do sistema. Em 2019, de acordo com o site Diário do Transporte, foram em torno de R$ 3,1 bilhões.

De acordo com o poder público, o que se arrecada com os passageiros transportados não sobre despesas da operação. O que pesaria nesta conta seria as integrações do Bilhete Único e gratuidades. Há estimativas de que a passagem custaria mais de R$ 6,60, caso não existem os subsídios de acordo com estudos da administração municipal.

O valor repassando às empresas anualmente é feito até então por diversos prefeitos, de diversos partidos, pelo menos desde a gestão Marta Suplicy.

Nos últimos dois anos, os custos operacionais têm ficado na casa dos R$ 8 bilhões por ano, sendo que os ônibus arrecadam cerca de R$ 5 bilhões.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

1 comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios