Aviação

Qantas está insatisfeita com a Boeing e a Airbus no desenvolvimento do projeto Sunrise

Relatório publicados pela mídia australiana dão conta de que a Qantas quer melhores ofertas da Boeing e da Airbus, incluindo um preço melhor e garantias e condições mais abrangentes, para uso de aeronaves de seu projeto Sunrise, com voos de duração de 20 horas.

Uma reportagem do The Sydney Morning Herald diz que o presidente-executivo da Qantas International, Tino La Spina, diz que há uma “lacuna” entre o que a companhia aérea deseja pagar e o que os fabricantes de companhias aéreas esperam que a companhia aérea pague.

Já o CEO da operadora, Alan Joyce, de acordo com o site Simple Flying, admite que projeto pode não sair do papel. “É um projeto muito empolgante, mas não é muito grande para falir e, se não tivermos um caso de negócios, não o faremos, porque é isso que nossos acionistas esperam.” – afirma.

O projeto prevê ligações aéreas diretas entre Sidney e Nova York e Londres.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios