Aviação

Ex-funcionário da Boeing diz que há problemas no suprimento de oxigênio do 787

Um ex-funcionário da Boeing afirma que o suprimento de oxigênio no 787 Dreamliner pode ter problemas. John Barnett, ex-gerente de controle de qualidade da fabricante na Carolina do Sul, diz que cerca de 25% dos sistemas de oxigênio de emergência instalados no Dreamliners podem estar com defeito.

Segundo a BBC, o ex-funcionário diz que os passageiros que voam no Boeing 787 podem estar com problemas se a cabine despressurizar. John Barnet, um ex-funcionário da Boeing de 32 anos, afirma que cerca de um quarto dos sistemas de oxigênio a bordo de aeronaves operacionais pode estar com defeito.

Barnet diz que em 2016 identificou um problema com os sistemas de oxigênio de emergência. Estes são os sistemas que fornecem oxigênio às máscaras que caem automaticamente do teto em caso de despressurização repentina. O ex-funcionário observou que, quando estava desativando sistemas que sofreram danos menores, algumas garrafas de oxigênio não estavam descarregando quando deveriam.

Boeing nega

Já a Boeing rejeita as alegações de Barnett. “Todo sistema de oxigênio de passageiros instalado em nossos aviões é testado várias vezes antes da entrega para garantir que esteja funcionando corretamente e deve passar nesses testes para permanecer no avião. O sistema também é testado em intervalos regulares quando o avião entra em serviço.” – diz comunicado da empresa.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!