Aviação

Boeing alterou o trem de pouso principal do 737 MAX 10

A Boeing fez mudanças no trem de pouso de sua nova aeronave, o 737 MAX 10, sendo 66 polegadas mais longo que a variante anterior, o MAX 9. As alterações seguem mudanças como o alongamento da fuselagem, e a fabricante conseguiu fornecer um avião que pode acomodar até 230 passageiros.

De acordo com uma publicação do site Flight Global, a empresa procurou adicionar componentes principais de pouso mais longos sem alterar a roda interna para acomodar as mudanças maiores. Isso foi feito graças a um “design de engrenagem principal semi-alavancada “.

Apresentação tímida

Na semana passada, a Boeing apresentou de forma bem discreta, o primeiro modelo 737 Max 10, uma variante projetada para competir diretamente com o Airbus A321neo. O avião foi apresentado durante uma cerimônia para funcionários em Renton.

A empresa em um comunicado diz que o Max 10 “oferece o menor custo por milha de assento de qualquer avião de corredor único já produzido”. A Boeing espera realizar seu primeiro voo em 2020.

Até agora foram pedidos 531 do Max 10, tendo como os principais clientes a United Airlines, VietJet Air, Lion Air e Flydubai. Mas os valores não chegam nem perto dos 3.142 A321neos vendidos pela Airbus. O modelo da fabricante européia tem um maior alcance em distância que o consagrado modelo da fábrica norte-americana.

 

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios