Aviação

Boeing 737 MAX deve voltar a voar na Europa no primeiro trimestre de 2020

O boeing 737 MAX pode voltar a operar na Europa no primeiro trimestre de 2020, segundo uma declaração do chefe da Agência de Segurança da Aviação da União Europeia (EASA), Patrick Ky. Os prazos dão conta de que o modelo da fabricante norte-americanada poderia sair do chão até fevereiro do próximo ano, segundo uma publicação do site Simple Flying.

“Se houver requisitos de treinamento (e) coordenação a serem cumpridos, os estados membros da UE devem garantir que todos façam a mesma coisa ao mesmo tempo, isso levará um tempo. É por isso que estou dizendo o primeiro trimestre de 2020.”, disse o o chefe da EASA.

Operadoras prejudicadas

O aterramento do modelo apos dois acidentes que vitimaram 346 pessoas, prejudicou várias companhias aéreas em grande parte do continente. A companhia aérea irlandesa de baixo custo Ryanair , um dos maiores clientes da Boeing, disse ontem que os atrasos nas entregas do 737 MAX deve impedir seu crescimento em 2020.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios