Aviação

Passaredo entra na justiça contra a Azul por assédio a pilotos

A Passaredo irá entrar com uma ação contra a Azul Linhas Aéreas no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) por assédio a pilotos e copilotos de seu quadro de funcionários.

A companhia afirma que o departamento de recursos humanos da Azul “tem entrado em contato sistematicamente” com seus profissionais “visando prejudicar a empresa no momento em que está estruturando novas operações”.

“A reclamação da Passaredo perante o Cade e à Justiça se baseia na prática de concorrência desleal, nos termos do art. 195 da Lei de Propriedade Intelectual, ou como infração à ordem econômica, nos termos do art. 36 da Lei 12.529. Basicamente, o assédio aos pilotos, se exitoso, impedirá a Passaredo de competir de maneira agressiva, e isso desequilibra o mercado.”, diz um comunicado.

A operadora diz que mais de 80% de seus pilotos foram contatados por representantes da Azul na última semana.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!