Aviação

Aérea da Indonésia proíbe fotos e vídeos em aviões após critica no YouTube

A Garuda Indonésia, uma companhia aérea da Indonésia, proibiu os passageiros de tirar fotos e filmar vídeos dentro da aeronave depois de receber uma crítica negativa no YouTube.

Um influenciador digital indonésio chamado Rius Vernandes viajava em classe executiva de Sydney a Bali e queria gravar um vídeo da experiência. Durante o voo, a companhia aérea não só ficou sem champanhe, mas também vinho tinto e branco.

Não havia menus para escolha da comida, e os tripulantes anotaram as escolhas alimentares em um pedaço de papel.

Empresa não curtiu as criticas

Executivos da operadora não gostaram do conteúdo publicado e levaram Vernandes para comparecer perante as autoridades por acusação de difamação.

Logo após o vídeo viralizar, a Garuda Indonesia enviou um memorando a todos os funcionários dizendo que os passageiros não podem documentar sua viagem.

“Não é permitido documentar todas as atividades no avião, seja na forma de fotos ou vídeos pela tripulação de cabine ou passageiros. A tripulação de cabine deve usar uma linguagem que seja afirmativa ao transmitir a proibição de passageiros do ponto 1 acima, exceto que eles obtiveram uma permissão da empresa. A empresa sancionará se houver violação das disposições acima.”, diz o comunicado da empresa aos seus colaboradores.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios