BRT Monotrilho

Com troca de monotrilho por BRT na Linha 18, Estado pode ter financiamento atrasado

O Estado de São Paulo pode ter um financiamento do Governo federal atrasado, caso escolha por mudar o modo de transporte na Linha 18-Bronze, segundo reportagem do jornal “Diário do Grande ABC”. O estado atualmente avalia trocar o monotrilho por um sistema de BRT – Bus Rapid Transit.

“Em caso de alteração de objeto, os normativos de seleção, tanto do antigo Ministério das Cidades quanto do MDR (Ministério do Desenvolvimento Regional), não permitem que o projeto siga no mesmo programa de financiamento. Diante deste cenário, recomenda-se a estruturação de uma nova operação de financiamento”, disse o ministério, por meio de nota ao jornal.

A decisão final da troca do meio de transporte poderá ser anunciada no próximo dia 30.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    • Sr. Robson tudo bem, então me diga onde está o famoso legado da copa de 2014 do PT que até hoje não foi liberado para São Paulo e quanto ao bando de jumentos que o sr. se refere não desceremos ao ao seu nível. Menos politica e mais seriedade nas suas informações.
      Gilberto

  • Sr. Robson tudo bem, então me diga onde está o famoso legado da copa de 2014 do PT que até hoje não foi liberado para São Paulo e quanto ao bando de jumentos que o sr. se refere não desceremos ao ao seu nível. Menos politica e mais seriedade nas suas informações.
    Gilberto

  • Se essa troca realmente ocorrer, aliás acho que vai, será uma das maiores sacanagens já feitas com a população, BRT é um grande símbolo de atraso, o lema do “queridissímo” João Doria é Acelera SP, nesse caso o acelera será em marcha ré.

  • Se trocarem o monotrilho por BRT será um grande erro para a região do ABC. O BRT não tem grande capacidade e em pouco tempo fica saturado. Veja o caso da cidade de Bogotá e em Curitiba o sistema já está saturado. Se o BRT fosse tão bom a China não construiria tantas linhas de metrô e monotrilhos em suas cidades. Gostaria que o governador de São Paulo fosse para Chongking para ver como funciona a linha de monotrilho nesta cidade.

  • Cara, só faltou dizer que, no caso do BRT, o financiamento não será atrasado, pois o investimento será 100% da iniciativa privada. Não vai ser usado dinheiro público. Ah… Também falta dizer à população que MONOTRILHO NÃO É METRÔ. Abraço

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!