VLTs comprados para Cuiabá estão parados há anos | Foto: Governo do Mato Grosso
VLT

Mato Grosso teria desistido de projeto de VLT em Cuiabá, diz jornal

O Governo do Mato Grosso teria desistido de retomar as obras do Veículo Leve Sobre Trilhos – VLT entre Cuiabá e Várzea Grande, de acordo com publicação do jornal RD News, no Blog sobre política do Romilson. Com obras paradas desde 2015, o meio de transporte foi prometido para a copa de 2014.

A publicação da conta de que o estado teria que investir mais R$ 1 bilhão para concluir a obra, além de manutenção anual que chegaria a R$ 50 milhões. O governo deveria ainda resolver pendências judiciais. O texto fala na construção de um corredor de ônibus do tipo Bus Rapid Transit – BRT em substituição ao trem.

Apesar da informação, o governo estadual não confirma oficialmente a mudança no projeto.

O sistema de trens teria 22,2 km de extensão dividido em duas linhas. A primeira linha seria implantada ligando o Centro Político Administrativo (CPA), em Cuiabá ao Aeroporto Internacional de Cuiabá, em Várzea Grande, já a segunda linha ligaria a Região do Coxipó ao Centro Sul, ambas em Cuiabá. Contaria com 32 estações e tem o custo estimado em 1,4 bilhão de reais.

A administração estadual tem dificuldades para concluir a obra, e já tinha levantado a possibilidade de trocar o sistema de trens por um  BRT .

No entanto, já foram comprados 40 trens da empresa Caf, que atualmente estão parados em um pátio na região.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!